Ensino Fundamental
Matemática e Leitura
Fazendo uma pesquisa estatística
Pricilla Mendes Cerqueira
Tratamento de informação

coleta e organização de dados; construção de tabelas e gráficos; interpretação e leitura de gráficos.

7º ano
acesso à internet; malha quadriculada

INTRODUÇÃO

Apesar de pequeno, sabemos que o mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, tem deixado o País inteiro em alerta. Proponha aos alunos que pesquisem em cinco estados brasileiros o número de casos de pessoas contaminadas pela dengue de acordo com dados coletados pelo IBGE nessas regiões. Você pode sugerir estes estados: Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Porto Alegre e Rio Grande do Norte.

Aprendendo a pesquisar na internet

Pergunte aos alunos se eles sabem realizar pesquisas na internet. Converse com eles sobre os mecanismos de busca e a importância de localizar informações em sites de confiança. Para exemplificar, dê as seguintes instruções:

1. Escolha um site de busca disponível na internet, como, por exemplo: Google, Cadê, Altavista, etc.

2. Digite, por exemplo, no espaço reservado ao conteúdo da pesquisa,: caso de dengue em São Paulo. Em seguida clique em Pesquisar. Você verificará que aparecerão milhares de páginas para consultar. Com certeza, muitas delas não possuem o conteúdo desejado. Para aperfeiçoar o sistema de busca, podem ser utilizados alguns códigos que são essenciais quando a procura a ser feita almeja algo específico:

3. Cuidado, porque nem sempre o primeiro site indicado é o mais interessante. Por isso, o ideal é você consultar pelo menos três sites diferentes e compará-los.

4. Ao procurar informações, observe a data de publicação da página, para evitar o risco de os sites exibirem informações desatualizadas.

5. Observe o endereço da página, pois através dele é possível saber se a informação é ou não confiável. As extensões .gov (governamentais), .org (instituições sem fins lucrativos) e .edu (universidades, fora do Brasil) são as mais indicadas. A extensão .com é a mais comum e abriga de tudo. Por isso cuidado!

6. No caso da pesquisa proposta, estamos procurando dados estatísticos; portanto, caso você conheça um site de confiança, utilize-o para realizar sua pesquisa.

Pergunte aos alunos se eles conhecem o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sua função e importância. Aproveite e solicite que acessem o site: http://www.ibge.gov.br.

Deixe que eles façam descobertas no site, percebam sua organização e seções. Há uma seção específica para jovens e adultos, chamada de IBGE 7 a 12.

Organizando a pesquisa

Divida a sala em cinco grupos; cada grupo ficará responsável por pesquisar a incidência de casos de dengue em cada estado. Converse com eles sobre o que sabem do mosquito, transmissão, forma de tratamento e prevenção. Aproveite e peça que registrem essas informações em um pequeno texto produzido pelos grupos.

Em seguida, planeje com eles as etapas da pesquisa:

ETAPAS DA PESQUISA

Coleta de dados e organização dos dados em uma tabela

Entregue para os grupos, dividido por estado, uma tabela a ser preenchida com os dados coletados pelo IBGE ou outra fonte fidedigna, encontrada através da internet.

Casos de dengue no Estado do Rio de Janeiro – 2008
MESES Nº DE CASOS
JANEIRO  
FEVEREIRO  
MARÇO  
ABRIL  
MAIO  
Fonte: IBGE ou outra


Uma vez entregue a tabela, converse com os alunos que em uma tabela existem alguns elementos importantes, como o cabeçalho, que deve responder às perguntas: o quê? onde? quando?; o corpo da tabela, que são as colunas onde estão contidos os dados; o rodapé, reservado para observações importantes, como, por exemplo, a fonte dos dados.

Para saber mais sobre a linguagem ou a “gramática” dos gráficos e tabelas, clique aqui.

Análise dos dados

Nesta etapa, peça que cada grupo cole sua tabela no quadro. Em seguida, trabalhe com a leitura e interpretação dos dados coletados, questionando:

Uma vez respondidas essas perguntas (e outras que podem ser elaboradas aos alunos), pergunte a eles se não há outra forma de visualizar essas informações. Fale dos gráficos, que é um recurso visual que possibilita ao leitor um entendimento mais imediato da situação.

Diga aos alunos que existem várias formas de representar graficamente uma pesquisa estatística e que eles podem escolher um tipo de gráfico (barras ou linhas) para representar os dados da pesquisa.

Caso os alunos não conheçam esses tipos de gráfico, apresente um exemplo de cada e solicite que pesquisem em revistas outros gráficos de barra ou linhas; monte um cartaz com o grupo.

Gráficos de colunas: Gráficos de colunas são úteis para mostrar alterações de dados em um período de tempo ou para ilustrar comparações. Eles podem ser de colunas simples ou de colunas agrupadas.


Gráficos de linhas: Gráficos de linhas podem exibir dados contínuos ao longo do tempo. São ideais para mostrar tendências.


Construção de gráficos

Uma vez escolhido o tipo de gráfico, distribua uma malha quadriculada para que os alunos possam construir o gráfico.

Essa é uma etapa complexa, pois os alunos deverão traduzir as informações da tabela em um gráfico. Verifique se eles organizam corretamente a escala no eixo vertical e se organizam corretamente os meses no eixo horizontal. Se necessitarem de ajuda, auxilie-os nessa tarefa.

Uma vez terminada essa etapa, volte com o grupo à tabela e discuta a forma de ler e interpretar os dados da pesquisa. Questione: de que forma é possível visualizar melhor os dados? O que percebemos nos gráficos que não percebemos na tabela?

Converse com os alunos sobre o título do gráfico, o que ele nos diz; sobre a altura das barras ou as oscilações das linhas; pergunte o que isso representa; se o gráfico cresce ou decresce; em que momento isso ocorre; como é essa variação.

Ao final, solicite que cada grupo faça um pequeno texto com as conclusões tiradas da análise dos gráficos.

Inventando perguntas sobre os gráficos

Peça que cada grupo formule duas perguntas a respeito do gráfico da sua região pesquisada e depois organize os grupos de modo que possam trocar entre si as perguntas de todas as regiões pesquisadas, respondendo a elas.

Faça um mural com os gráficos, os textos produzidos e os resultados da análise das pesquisas por estado.

Você sabe como construir uma mosquitoeira?
Aprenda acessando o site da revista Ciência Hoje das Crianças:

Pró-letramento: Programa de Formação Continuada de Professores dos Anos/Séries Inicias do Ensino Fundamental: Matemática. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2007.
Sites: http://www.ibge.gov.br e http://www.oglobo.com.br/bloguinho